sábado, 6 de junho de 2015

O choque dá lugar à serenidade!

Fiquei chocado com a saída de Jorge Jesus.
Não pelo que aconteceu, nem pela forma como aconteceu. Sei como isto é, o dinheiro fala sempre mais alto.

O que me deixou em choque foi perceber que o homem que trouxe o Benfica de volta aos titulos, estaria a ir embora. Fiquei essencialmente triste porque JJ fez-me sonhar durante anos com um Benfica dominador a nível nacional e com um Benfica europeu. Ganhamos 10 títulos nestes 6 anos, e fomos a 2 finais europeias.

O futebol foi quase sempre de grande nível e na luz ficamos mais de 90 jogos seguidos a fazer golos.

JJ elevou a fasquia na luz e colocou o Benfica num nível superior. Deu muito dinheiro a ganhar ao Benfica, fez equipas de enorme qualidade, fez jogadores, criou um estilo, foi genuíno. Eu não me vou esquecer de Jesus, do seu futebol, do Benfica de Jesus, do ataque vertiginoso, das goleadas na luz.


Sobretudo não me vou esquecer das arrancadas de Coentrão e Maxi, do passe de Matic, da raça de Enzo, da magia de Di Maria e Gaitán, do bailado de Saviola e Aimar, dos golos de Cardozo. É impossível esquecer todos os jogadores que Jesus fez, que cresceram com Jesus, que nos fizeram acreditar que o gigante estava de volta. Dos jogos europeus de cachecol encarnado no pescoço. De jogão em White Art Lane, do 8-1 contra o Setúbal, do 3-0 ao FC Porto na primeira taça da liga, das vitórias contra o Sporting. Do 5-0 ao Everton na luz, de tanta coisa. Não me esquecerei da meia final contra o Fenerbahce, da meia final em Turim.
Da luz cheia, das invasões ao minho, no norte, no sul, na França, na Europa. Não me vou esquecer do que Jesus disse na primeira vez que falou à Benfica. E não me desiludiu.
Jesus acordou o Benfica.

Depois do choque vem sempre o momento de refletir e encontrar saídas. Claro que JJ não é o único treinador de qualidade que há no mundo. Há soluções para continuar o caminho. Marco Silva e Rui Vitória tem qualidade. Podem trilhar o caminho do tri. Nos próximos tempos perceberemos se o Benfica está preparado para a saída de JJ. Se Vieira tem a estrutura pronta. Acho que já fomos mais dependentes do treinador. Mas não esperava este abandono.


Jesus acordou um monstro que dormia há quase 2 décadas. O meu sonho, o que eu desejo, é que o monstro que ele acordou, que o possa vencer já em Agosto. O que eu quero é que a equipa que ele criou e controlou, que ultrapasse o seu controlo. O que eu desejo em Maio é ver outra vez Luisão a levantar os braços, e entre eles estar uma qualquer taça, uma qualquer liga, porque a este Benfica não se pode pedir menos, não podemos recuar, o caminho é para a frente. Não há recuo possível, não quero nunca mais voltar a adormecer. O que eu quero é que o país volte a arder, de vermelho, de paixão encarnada.

Continuo triste porque acho que este casamento podia acabar de outra forma. Com Jesus a ir para o estrangeiro, e não a atravessar a rua para entrar na próxima casa do outro lado da rua. Tudo tem um fim, e um dia Jesus sairia. Tenho confiança que o presidente acerte novamente nas escolhas.

Sem comentários:

Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...