domingo, 30 de setembro de 2012

Vieira, Jesus e Lima

Vieira e Jesus, para mim, representam o mesmo. Não são perfeitos, mas de momento, são o melhor que há para o Benfica.

Vieira, tirou o Benfica do marasmo financeiro, mas aumentou a dívida. Fez regressar a credibilidade ao clube, mas não o tornou um exemplo de gestão. Fez do Benfica um grande vendedor, mas não o tornou um óptimo comprador. E pior que tudo..... conseguiu 2 títulos de campeão nacional, mas falhou na tentativa de ganhar com frequência.
No entanto, entre Vieira e paraquedistas suicidas, prefiro o actual presidente.

Jesus, é teimoso. Por vezes encosta jogadores sem razão. Inventa amiúde. Mas fez do Benfica um clube melhor. Ganha mais que os antecessores, potencia vendas, colocou o Benfica a jogar mais e melhor. Há melhores treinador mas são inacessíveis aos cofres da luz.


Sobre Lima, não tenho dúvidas. É o melhor avançado do Benfica. É rápido e móvel como Rodrigo. Remata forte e colocado como Cardozo. É melhor que os dois de cabeça. Para além disso permite ao Benfica jogar em contra-ataque, pois estende o jogo do Benfica e sozinho, toma conta do ataque.

A lesão de Cardozo permitiu a Jesus perceber aquilo que na minha opinião estava claro. Lima tem que jogar sempre.

Semana e meia

Esta última semana e meia, acabou bem, mas o começo foi desastroso.
Acabou bem porque voltamos à liderança, mas tudo isso não apaga o início.

O início deste ciclo, começa com uma declaração de Vieira, a meter-se com o Sporting, a levar uma resposta que podia ter evitado. Depois veio a Assembleia onde as contas foram chumbadas, e bem, e Vieira acabou a sair escoltado. No Benfica há democracia, as pessoas votam livremente, e a maioria fez bem em dar um cartão amarelo à direcção de Vieira. No ano em que mais se vendeu, não há justificação para tanta dívida. O Benfica tem que olhar para o passivo, e tem que começar a reduzir, sob pena de cair no marasmo do vizinho.

O que era dispensável eram os petardos e os insultos. Democracia é votar, falar contra, se for o acaso e a seguir voltar para casa. Comportamentos animalescos destes, dispensam-se.

Pelo meio, 2 pontos deixados em Coimbra, num jogo infeliz do Benfica e no meio de mais uma arbitragem escandalosa. Uma vergonha.....


Mas, a semana acabou da melhor maneira. O Benfica aproveitou o empate de ontem, em Vila do Conde e recuperou os pontos que havia perdido na noite de Xistra.

Do Benfica gostaria de destacar Lima, de quem falarei a seguir, Sálvio, porque está a jogar muito, Garay, porque sem o seu habitual colega de sector tem feito grandes jogos e Matic. Sim, destacaria Matic não porque esteja a jogar brilhantemente, mas porque tem sobre as suas costas uma enorme pressão de substituir Javi e de substituir já, sem preparação, sem tempo para errar. E não tem errado.

3ª feira é o Barcelona.

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Caminhos....

O Benfica não ganha nada em lamentar-se. Pode e deve pressionar o poder corrupto a regenerar-se....mas a única maneira de fugir à pouca vergonha do apito e olhar para a frente.

O Benfica deve jogar para fazer o número suficiente de golos que não permitam ao apito entrar em acção. Não é por acaso que na luz, normalmente, o apito nada consegue fazer. É que na luz, habitualmente, os nossos adversários levam uma tareia futebolística e normalmente o resultado é elástico.

Fora de portas, normalmente o Benfica tem mais dificuldades, sobretudo por causa da questão não resolvida das transições defensivas. E aí o apito actua. O jogo está 0-0, e o apito actua. Estamos a ganhar com dificuldade e o adversário aparece na nossa área, e aí o apito actua. Ontem por exemplo...o Benfica cai em cima da Académica logo após a expulsão, mas não consegue marcar.
Cabral vem cá abaixo, entra na área, e o apito actuou. Houve erros pois ninguém foi capaz de parar o jogador no meio campo, mas uma vez que o erro aconteceu, houve uma oportunidade para o apito brilhar.

As soluções passam por começar a antecipar a pouca vergonha. Na frente, na minha opinião deve entrar Lima. O avançado mais completo. Remata tão bem como Cardozo, movimenta-se tão rapidamente como Rodrigo, cabeceia melhor que os dois. É excelente a rematar na passada, coloca muito bem a bola, é do melhor para jogar no contra-ataque (contra o Barça por exemplo).

Pérez deve sair. É bom no passe mas tem pouca fibra. Mexe com o jogo apenas de vez em quando. Para jogar com bola, Aimar é melhor. Mas com Bruno César o jogo é mais ligado. Numa das alas deve estar sempre Gaitán. Com a cabeça limpa, é um jogador tremendo. Na outra ala Sálvio, claramente. Com Sálvio e Gaitán, as alas são de enorme classe. Velocidade, repentismo, objectividade. Martins tem que jogar mais.

Na defesa nada a dizer. Garay é o melhor central. Sem Luisão, Jardel ou Vítor é irrelevante. Estão em patamares similares. Jardel não tem comprometido. Maxi é eterno e Melga tem subido de rendimento. No meio não há outra hipótese, tem mesmo que ser Matic. Vai ter que crescer com a competição.
Na posição de trinco, Jesus não testou alternativas quando o devia fazer.

O caminho é para a frente......
Em Paços de Ferreira será a mesma coisa. Mas temos que ganhar.

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Coisas que nunca mudam

Hoje em Coimbra, gostaria de destacar alguns erros do Benfica. Os golos falhados por Cardozo (ainda assim o único que remata, remata, remata) e um por Rodrigo. Nos 1ºs minutos duas bolas no poste que não passam de dois golos feitos mas que incrivelmente são falhados.

Jesus mexe mal. O jogo estava a pedir Lima (para mim o avançado mais completo) e pediu Aimar mais cedo. Notou-se que os contra-ataques dos estudantes levavam sempre perigo, e Jesus não foi capaz de colocar em campo alguém que ajudasse Matic na descida.

O resto é o mesmo. A história está bem montada. Assim, certos presidentes serão os melhores da história porque até depois de morto será campeão. A arbitragem é inacreditável, os penalty hilariantes, e é manifestamente impossível o Benfica vencer o campeonato a menos que jogue como em 2009/2010.


O futebol em Portugal é a maior mentira de todas. UM NOJO.

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Preocupante!

Se o Benfica não alterar esta situação, em breve estaremos na mesma situação que o Sporting.




É urgente reduzir a folha salarial, comprar de forma meticulosa, vender com cabeça e juntar a isto constantes idas à Champions.

A arbitragem da 3ª jornada

Olhanense- 2
FC Porto- 3

O 2-1 do Porto é limpo.
Aos 36' Mauricio deveria ter sido expulso. O pisão em Jackson é propositado.
Resultado correcto


Benfica- 3
Nacional- 0
Aos 75 fora de jogo mal tirado a Cardoso, ia isolado
Resultado correcto


Maririmo- 1
Sporting- 1


68'
Os jogadores do Sporting reclamam golo. Nem em câmara lenta se percebe se a bola entrou.

85'
o golo do Marítimo, resulta de uma lance em que não há falta. O jogador do Sporting chega primeiro e toca na bola.
Resultado correcto: 0-1

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Objectivo cumprido!

O Benfica cumpriu o objectivo a que se propôs, em Glasgow. Jesus queria empatar, e empatou.
Se houvesse maior ambição, teria sido possível ganhar, mas Jesus, cautelosamente, percebeu que com as ausências que tinha, poderia ser perigoso jogar de forma aberta.

A verdade é que o resultado acaba por não ser mau de todo, tendo em consideração que 50% da defesa, era nova. Sem Luisão e sem Maxi, a pressão ficava toda em cima de Garay, que fez um jogo enorme.
André Almeida, a surpresa, cumpriu bem a sua tarefa. Fica claro que na luz, há jovens jogadores que tem qualidade. No centro Jardel também cumpriu o papel. Na esquerda, Melgarejo fez um jogo inteligente. À frente, Matic também esteve bem. Aos poucos, os jogadores que saíram estão a ser substituídos com qualidade.

Na frente, é que não houve brilhantismo. Aimar não desequilibrou. Não gostei de Pérez. Sálvio esteve apagado. Destacaria Gaitán, que está de volta e Rodrigo que sozinho, na frente, fez um bom jogo.


Penso que neste jogo deveria ter entrado Lima no lugar de Rodrigo.

Os melhores em campo foram na minha opinião, Garay e Artur. O brasileiro esteve imperial na baliza.
O futuro nos dirá se ganhamos um ponto ou se perdemos 2. O Benfica invariavelmente vai lutar pelo apuramento com os russos do Spartak, que na minha opinião são muito superiores aos escoceses. Os próximos 2 jogos ditam o futuro do Benfica, a recepção aos Catalães, e a ida a Moscovo. Tudo isto sem, Luisão.

Para já, 1 ponto e meio milhão, nos cofres da luz.

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

2 meses

E pronto!


Esperaram que acabasse a época de transferências...deixaram passar mais uns dias para não levantar ondas...e lançaram o castigo para Luisão, não permitindo que o Benfica vá ao mercado comprar alternativas!


E com isso vai falhar 6 jogos da liga (4 fora) e 4 jogos da Champions. Sem Luisão, Witsel e Javi, as coisas ficam negras!

Celtic-Benfica
Académica-Benfica
P. Ferreira-Benfica
Benfica-Barcelona
Benfica-Beira-Mar

Taça de Portugal
Benfica-Spartak Moscovo
Gil Vicente-Benfica
Benfica-V. Guimarães
Spartak Moscovo-Benfica
Rio Ave-Benfica


quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Os bufos....

Ainda na tentativa de perceber os reias valores das transferência de Hulk e Witsel, acabei de consultar o site do FC Porto e lá vi este comunicado.

"Rui Gomes da Silva, vice-presidente do Sport Lisboa e Benfica e administrador da SAD, pediu ontem no programa Dia Seguinte, da SIC Notícias, que fosse tornado público o contrato de transferência de Hulk para o Zenit, porque o “presidente do FC Porto tinha dito que não venderia por menos de 50 milhões e afinal vendeu por 40”.

Os 40 milhões líquidos que o FC Porto encaixa correspondem a substancialmente mais, porque aí não estão incluídos os 15% que pertenciam a um investidor, como era conhecido através das contas da Sociedade, os cinco por cento de solidariedade ou a comissão de intermediação.

Mas, por uma questão de reciprocidade, fica o repto ao Benfica para tornar público o contrato de transferência de Witsel, para se saber se foi paga comissão de intermediação, quem paga o mecanismo de solidariedade e quanto pertencia a uma terceira parte, a título de mais-valias.

É também por sucessivos disparates como este que nos corredores da Luz já é conhecido como Rui Gomes da Selva
."


A minha pergunta é como sabe o FCPorto o que chamam ao director do Benfica, nos corredores da LUZ????
Quem continua a contar tudo o que se passa na LUZ?
VIEIRA....abre os olhos.....

O ataque

Cardozo – 11,6 M
Rodrigo – 5 M
Alan Kardec – 2.5 M (50% passe)
Lima
– 4 M + Michel 250m
Deyverson Brum Silva
Derlis Gonzalez (Benfica B) - 1 M
Duarte Duarte (Benfica B)
Cafú (Benfica B)
Hélder Costa (Benfica B)
João Mário (Benfica B)
Ivan Cavaleiro (Benfica B)
Claúdio Correia (Benfica B)
Hugo Vieira (Sp. Gijón) – 0
Franco Jara (S. Lorenzo) – 5.5 M – (empréstimo rendeu 1 M Granada e 350 m S. Lorenzo)
Urretaviscaya ??? – 1.2 M (20% passe)
Alípio Brandão (Al Sharjah SC) – 6 M
Niklas Barkroth ???
Nélson Oliveira (D. Corunha) - 0 (empréstimo rendeu 600 m)
Rodrigo Mora (River Plate) – 0 (empréstimo rendeu 500 m)
Hélio Vaz
(Atlético) – 0
Djaniny (Olhanense) – 300 m
???Nelsinho - ???
???Manuel Liz (Fátima) - ???

Nota:
No ataque há 3 super jogadores. Rodrigo, Cardozo e Lima. Kardec não conta. Não sei quem é Deyverson. Há 7 na equipa B. Há vários emprestimos. Não sei onde anda Urreta, nem sei se Alípio, Barkroth, Hélio, Nelsinho e Liz ainda são do Benfica. Dos emprestados Urreta, Nélson Oliveira tem qualidade para regressar. Mora e Jara é para rever. Djaninny é jeitoso.

O Meio campo

Pablo Aimar – 6.5 M
Nicolás Gaitán – 8.4 M
Carlos Martins – 3 M
Ola John – 9 M
Sálvio – 13,5 M
Enzo Pérez – 6 M
Nemanja Matic
– 5 M
Bruno César – 5.5 M
Nolito – 0
Filipe Oliveira ???
Rúben Pinto
(Benfica B) - 0
André Almeida
(Benfica B) – 400 m
Élvis Araújo (Benfica B) - 0
Miguel Rosa (Benfica B) - 0
Leandro Pimenta (Benfica B)
André Gomes (Benfica B)
Luciano Teixeira (Benfica B)
Nuno Coelho (Aris Salónica) – 0
Airton (Flamengo) – 3 M (40% passe) (empréstimo rendeu 300 m)
José Luiz Fernandéz (Olhanense) – 1.5 M
Felipe Menezes
(Sport Recife) – 1.2 M (30% passe)
Rúben Amorim (Sp. Braga)- ???
David Simão (Marítimo) – 0
João Amorim (Gondomar???)
Yannick Djaló (Toulouse) - 0

Nota:
Não falta qualidade ao meio campo do Benfica. Se excluirmos o Real Madrid e o Barcelona, haverá melhor conjunto de meio-campo em toda a europa? Nas alas um luxo. Gaitán, Pérez, César, Nolito, Sálvio e ainda Ola John. Só nas alas estão cerca de 42 Milhões.
No meio estará o problema pois só sobram Matic, Aimar e Martins. Há 7 miúdos a rodar nos Bês e Rosa tem sido um dos melhores. André Almeida e André Gomes podem ser chamados para ajudar a equipa principal.
De resto há 8 emprestados. David Simão tem qualidade e Airton ainda pode ser aproveitado. Amorim como tem problemas com o treinador dificilmente regressa. O resto seria bom vender.
No meio campo estão investidos aproximadamente 63 Milhões. De realçar que o lucro das vendas de Javi e Witsel pagarão 2/3 do meio campo.

A Defesa!

Os defesas:

Luisão - 1 M
Jardel – 300 m
Maxi Pereira – 3 M (70% passe)
Miguel Vítor - 0
Ezequiel Garay – 5.5 M (50 % passe)
Luisinho – 250 m
Lorenzo Melgarejo – 700 m
Sidnei ???– 7 M
João Cancelo (Benfica B)– 0
Luis Martins (Benfica B) – 0
Victor Lindelof (Benfica B) - ???
Lionel Carole (Benfica B) – 750 m
Ernesto Conejo (Benfica B) - ???
João Faria (Benfica B) - 0
Daniel Martins (Benfica B) - 0
Fábio Cardoso (Benfica B) - 0
Bruno Gaspar (Benfica B) - 0
Roderick Miranda (D. Corunha) – 0 (empréstimo rendeu 300 m)
Fábio Faria (Paços Ferreira???) – 2 M
Andrei Silva (Santo André)- ???
José Shaffer (U. Leiria) – 1.4 M (40% passe)
Léo Kanú (Ponte Preta) – 1 M

Nota:
22 médios no total, 4 centrais (Luisão e Garay titularissimos e Miguel Vitor e Jardel muito aquém dos titulares), Luisinho e Melga para a esquerda, Maxi para a direita e ficamos por aqui.
Sobre Sidnei, que custou 7M, não se sabe onde anda. Na equipa B andam 9 jovens. O resto está emprestado. Fábio Faria também é uma incógnita, Roderick pode ter futuro na luz, Andrei Silva, Shaffer e Kanú devem ser para vender. Se o Benfica tiver uma lesão, a defesa está em risco. Luisão, Garay e Maxi são totalmente intocáveis. Pelas minhas contas, que não estão correctas a 100% a defesa custou aproximadamente 22 Milhões.

Mais uma vez o mais caro (Sidnei) não conta para Jesus. Garay, apesar dos 5.5M é o melhor central.

Depois dos milhões, o plantel que fica! Os Guarda-redes

Basicamente ficam estes!

Baliza:

JOGADOR - VALOR

Artur Moraes – 0
Paulo Lopes – 0
Júlio César – 500 m
Mika – (Benfica B) – 500 m
Rafael Copetti (Benfica B) – 0
Bruno Varela (Benfica B) - 0
Jan Oblak (Rio Ave) – 3.9 M

Nota:
O Benfica tem 7 guarda-redes. 3 estão na equipa principal. O mais caro de todos não conta para Jesus, 3 estão na equipa B e Oblak (o mais caro de todos os 7) está emprestado.
À excepção de Oblak, todos foram muito baratos (1M por 6 atletas) e há muito talento em Artur e Mika. Para a equipa principal Paulo Lopes chega perfeitamente para render, de vez em quando Artur. Oblak tem feito boas épocas.

O seu a seu dono

Numa altura em que está na moda criticar o treinador do Benfica, ficava bem a alguns reconhecer os seus méritos.

Nos últimos anos, o Benfica, ganhou milhões com Di Maria, Ramirez, Coentrão, David Luiz, e agora Javi e Witsel.
Jesus deixou o seu cunho em pelo menos 4. Não incluo neste lote Ramirez e Witsel, pois claramente já eram grandes jogadores, mal chegaram à luz foram logo titulares de caras e até pelo pouco tempo que cá ficaram não me parece que tenha sido o treinador a trabalhar os jogadores.

Nos restantes casos, é claro o dedo do treinador.

 


Di Maria era todas as semanas assobiado na luz. Dizia-se que fintava de forma inconsequente. Chegou Jesus e a Europa ficou maluca com o Argentino. Foi para o Real por 25M. É quase sempre titular.

Coentrão foi várias vezes emprestado pelo Benfica antes de se afirmar. Com Quique foi moeda de troca por Aimar. Consta que Quique nem chegou a ver treinar o caxineiro. Chegou Jesus e Coentrão depressa chegou à Selecção. O Real comprou-o por 30M. Era extremo e Jesus tornou-o um dos melhores laterais esquerdos da europa. Muitas vezes é titular da equipa.

 


David Luiz era frequentemente utilizado como lateral esquerdo no tempo de Quique. Ou era isso ou era banco. Jesus mal chegou à luz tornou-o um dos defesas centrais mais espectaculares da europa. Saiu para o Chelsea por 25M. É  titular dos Blues.




Javi Garcia chegou à luz, vindo do Real Madrid. Mas era sucessivamente emprestado a equipas menores da liga espanhola. O Real não o queria e Jesus sabendo as suas qualidades, pediu ao presidente a sua contratação. Na altura custou 7 milhões e as criticas não de fizeram esperar. Saiu a 31 de Agosto por 20M para um dos melhores clubes da actualidade.


Jesus, nestes quase 4 anos rendeu aos cofres da luz nada mais nada menos que 100 Milhões de euros.
E poderá vir mais. Há Gaitán, Enzo Pérez, Garay, Maxi (adaptado a defesa direito), Matic entre outros.

Witsel: O Maior negócio de sempre do Futebol Português

Eu sei que custa, para azuis, e infelizmente, alguns vermelhos, ouvir certas verdades..........
Eu sei que existe um mito que diz que só um presidente em Portugal sabe negociar jogadores.....
Eu sei que por aí andam muitas histórias....
Mas gostes ou não de Jesus, gostes ou não de Vieira....está na altura de admitir...que WITSEL FOI O MAIOR NEGÓCIO DE SEMPRE DO FUTEBOL LUSO.
Nas últimas horas o Zenit deixou 100 Milhões em Portugal.
60 Milhões por Hulk e 40 Milhões por Witsel.
Façamos as contas:

H- 60 Milhões pagos pelo Zenit, 40M para o seu clube. Se a esse valor retirarmos o valor pago por ele que foi de 19M, sobram 21M.
Hulk rendeu um lucro de 21 Milhões, pagos em parcelas, durante 3 anos.

W- 40 Milhões pagos pelo Zenit, 40 Milhões para o Benfica. Witsel custou ao Benfica cerca de 6.5 Milhões.
Witsel rendeu um lucro de cerca de 33 Milhões, pagos a pronto. E poderá render mais 6 Milhões no futuro.

Não há dúvidas.... ouças o que ouvires


terça-feira, 4 de setembro de 2012

Ótimo trabalho

O departamento de comunicação do Benfica tem feito um 'excelente' trabalho ao nível do social media, concretamente no facebook onde sou espectador atento.

Senão veja-se o trabalho de moralização:


Agora a sério: acho positivo para o atleta este trabalho de incentivo; e o trabalho de 'substituição mental e emocional' para os adeptos! :)

Quanto tempo falta para Janeiro?

Haverá próxima saída?

Não há muito a dizer sobre as consequências de um trabalho deficiente de preparação do plantel e sobre a gestão desportiva, para este campeonato, nesta equipa.

Não consigo aceitar que esta direcção e a própria técnica se vá mantendo em modo 'ad-eternum' sem uma alternativa credível e de qualidade. O actual aliado de LFV poderia ser uma alternativa. Por outro lado LFV também entrou de fininho e depois subiu à conta de Vilarinho...

Não haverá muito a falar sobre a sedução do dinheiro no futebol actual sobre os jogadores. Uns saem porque estão em fim de carreira, mas também os há jovens, que sentem uma atracção incontrolável pelo 'bling-bling'.

Não se pode imaginar como vão ser os jogos do Benfica "sem" o meio-campo que estávamos habituados. É uma oportunidade para Jesus, fazer as tais maravilhas e milagres que tanto gosta de se vangloriar. Não será fácil...

Mas seja como for, o Glorioso será sempre único e incomparável!
É tempo de mudanças e todos estes sobressaltos podem e devem ser positivos para a mudança de mentalidades que se pretende para o Benfica.

Pode ter chocado a maior parte dos benfiquistas quiçá desatentos e que hoje, acordam para uma realidade diferente e questionam o modus operandi desta direcção em relação à gestão desportiva que vai levando ao longo destes anos.

Há males que vêm por bem!
Até Janeiro vamos aguentar.

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Once upon a time

"Na longínqua época de 2012/13, num acesso de loucura o clube russo adquire de uma assentada jogadores preponderantes na equipa principal encarnada: Witsel, Rodrigo e Cardozo por €100 milhões de euros.

Apanhada de surpresa, sem nada poder fazer contra a cobiça e ganância dos atletas e russos, a direcção do Benfica e sua equipa técnica, encetam um plano arriscado e contestado por inúmeros adeptos: substituir os jogadores por novos valores recrutados à equipa B. Foi nessa época que André Gomes, André Almeida e Ivan Cabalero, junto com as surpresas Matic, Ola John, Lima e Kardec arrancam para a difícil conquista de mais um campeonato nacional!

Logo após, haveriam de ser vendidos: Matic ao Ac Milan por €45M, Ola John por €30M a Totenham e Kardec por €25M ao Santos FC.

Jesus e LFV seriam imortalizados em estátuas de bronze e comercializados para os PALOP."

Qualquer semelhança com a realidade é pura coincidência!

Uma questão de dinheiro



Ora bem meus caros, o que vou aqui escrever não será surpresa para ninguém, sobretudo se têm acompanhado o futebol dito profissional, nos últimos 30 anos.

Os dinheiros que os clubes arrecadam na sua actividade, suportam os gastos da sua própria actividade (perdoem-me a redundância), incluindo gastos com plantel, custos administrativos, infraestruturas, impostos e outras despesas. 

Digo mais, sem o dinheiro o futebol acaba, mas na verdade ter dinheiro é mais uma maldição do que uma bênção porque vem desvirtuar o jogo.

O chamado "jogar por amor à camisola" já não existe e é p.ex. uma das razões de CR7 estar a fazer beicinho actualmente, por várias modalidades de clubes terminarem abruptamente ou por diversas S.A.D.'s e clubes nacionais evidenciarem já há muito tempo dificuldades de tesouraria e não estarem a cumprir com as responsabilidades salariais.

A crise vem acentuar todas estas debilidades financeiras, principalmente se o passivo herdado de "tempos imemoriais" em investimentos de monta e outros erros de "casting", exige que se apurem receitas, mais-valias, valorizações de passes e lucros em transferências.

É uma exigência vender. E se possível, vender bem.
O Benfica não foge a este destino cruel. Mas podia.

(o tal conselho encarnado que estou sempre a defender a criação, devia e podia procurar debruçar-se sobre este problema e encontrar mais soluções, para evitarmos esta realidade triste)

Na verdade, nós adeptos não questionamos muitas vezes as exigências financeiras dos atletas, empresários e clubes nas contratações sonantes, não questionamos as dificuldades mensais para gerir orçamentos megalómanos e apertados e descuramos muitas vezes a pressão e concorrência que outros clubes nos fazem.

Clubes sem historial nem a mínima classe que chegam ao mercado com petro-dólares e com um à vontade surreal "batem dezenas/centenas de milhões de euros pelos passes de alguns atletas". São blasfémias e situações que nenhum clube pode prever.

Um benfiquista não admite intromissões, nem estaria interessado em jogar noutro clube do mundo que não fosse o Glorioso. Mas convenhamos, que a maior parte dos jogadores - mesmo os benfiquistas - não.

Ambicionam mais. Mais vitórias, mais rendimentos, mais prémios, mais destaque, mais dinheiro!

Por isso considero sempre muito difícil para qualquer direcção, responder às expectativas e exigências dos adeptos, mantendo ou contratando jogadores de renome no plantel.

E também por isso, considero sempre muito difícil para qualquer direcção, responder às expectativas e exigências dos seus atletas, mantendo ou negociando melhorias salariais no plantel.

Se lhe oferecessem - sim, a si - 4x mais do que ganha actualmente, desenvolvendo a sua actividade preferida, consideraria a hipótese com tempo ou assinava logo de imediato?

Por mais triste e dura que a verdade seja, não conseguimos fazer "esticar o dinheiro" e com isso manter os jogadores satisfeitos, contratar mais jogadores valiosos para o plantel, fazer face às despesas correntes e pagar os compromissos que herdamos anteriormente.

Não me choca, na verdade, a venda de jogadores do Benfica. A realidade é que precisamos de vender.
Não haverá outra hipótese. Não estou contra a venda, mas quanto ao processo e timing da venda revelo preocupação e expresso aqui a minha crítica pessoal: foi um processo mal-gerido!

E com isso, as expectativas dos adeptos para esta época baixam, a qualidade de jogo piora, as opções são limitadas e as críticas são inúmeras. Mas não se enganem, os nossos adversários passam pelas mesmas dificuldades.

Mas, em questões financeiras, temos realizado autênticos milagres de valorização, com óptimos desfechos comerciais e iremos permanecer desta forma, enquanto o nosso passivo não baixar.

E se em termos desportivos, notamos uma gestão deficiente dos seus recursos, também percebemos que Mozer, Ricardo Gomes, Valdo, Rui Costa, Nuno GomesRamires, David Luiz, SimãoDi Maria, Coentrão e agora Javi Garcia, saíram do clube e o Benfica ficou, incólume na sua senda e objectivos futuros.

Outros atletas substituíram-nos e mesmo que existam dificuldades, o Benfica tem "feito pela vida" e mostrado que não há insubstituíveis no futebol!

Resta-me aguardar que o período de transferências termine por esse mundo fora e que o Benfica vá resistindo à tentação e necessidade de vender os seus activos. 

Nota enquanto adepto pouco sensível às finanças: 
Que se f%$#% as contas, queremos é o dream team encarnado a funcionar e sermos campeões! Assim fica mais difícil!

Nutro grande simpatia pelo nosso plantel principal e da equipa B. Ao jeito de treinador de bancada, diria que é com estes que temos e podemos ser campeões.

Já vi o Benfica em piores condições financeiras e desportivas, com menor qualidade e opções no plantel e pior fio-de-jogo. E muitas vezes todas estas problemáticas ao mesmo tempo.

Resta-me ter fé.
Fé no Benfica campeão 2012/13, e fé no surgimento de um novo fôlego directivo, com novas perspectivas e objectivos para este grande clube.

Nota enquanto adepto atento às movimentações do mercado: 
Jesus nas suas últimas dissertações em público foi levantando o véu e deixou antever saídas "com os jovens valores que a serem utilizados pagar-se-ia a factura" (a confiança de Jesus é evidente e moralizadora...[not]) e o próprio LFV vai dizendo que "se deviam valorizar os jogadores portugueses da equipa B, que têm valor",  quase como uma indirecta para o seu treinador e adeptos, para que se possam evidenciar soluções em caso de mais vendas.

Resumindo: ou muito me engano, ou vão ser vendidos jogadores nucleares. A ver vamos...



sábado, 1 de setembro de 2012

A arbitragem da 2ª jornada

V. Setúbal- 0 : Benfica- 5

8'
Expulsão de Amoreirinha. Entrada duríssima sobre Melgarejo. Nada a dizer.

14'
O 1º golo do Benfica é irregular. Melgarejo está em fora-de-jogo ainda que milimétrico.

16'
Cartão amarelo para Luisão. Entrada dura do capitão Benfiquista, mas não é suficiente para vermelho. Decisão correcta do árbitro.

54'
Golo bem anulado a Rodrigo. Fora-de-jogo claro.

69'
Golo bem anulado a Nolito. Fora de jogo milimétrico.

Resultado correcto seria 0-4.


FC Porto- 4 : V. Guimarães- 0

33'
Remate de Hulk e bola bate na mão de um defesa vimaranense. A bola vai com muita força e é rematada muito perto do jogador. Parece-me que o jogador procura tirar os braços mas não consegue. Eu não marcaria penalty

60'
Moutinho pede penalty. Nada.

79'
Moutinho cai na área. Sofre um toque na perna esquerda. O árbitro esteve bem ao marcar grande penalidade.

Resultado correcto


Sporting- 0 : Rio Ave- 1
Nada de importante a realçar.

Um dia para esquecer!

O último dia de transferências, foi para esquecer.

Vendemos Javi por 20 milhões, compramos Lima por 4.5 milhões + Michel e pouco mais.
Penso que vender um jogador nuclear, por apenas 20M (ou seja, 10M abaixo da clausula), sem termos uma alternativa para a sua posição, acaba por ser um mau negócio. Todas as alíneas associadas à venda não se vão concretizar pelo que Javi não vai render mais que os 20M. Perde-se o pêndulo da equipa e Matic não vai fazer o lugar com a mesma qualidade.

Lima é um bom jogador, mas a menos que saia Cardozo, não vejo a utilidade da sua compra. E também não percebo porque pagamos a clausula e ainda oferecemos um jogador sem perceber a sua real valia.

E a questão do lateral esquerdo. Tanto tempo e nem um jogador. E Luisinho que está no plantel, foi contratado pela época que fez a lateral, e agora, não serve.

E Sílvio que vinha mas não veio. A amizade que o Benfica mantém com Braga e Atlético de Madrid apenas serve para beneficiar estes 2 clubes. Para o Benfica nada....

O valor gerado pela venda de Javi apenas serve para pagar os extremos que compramos (lá está, um ao Atlético, e bem pago) e outro que parece que nem vai calçar.

Nem com toda a boa vontade do mundo (e eu tenho toda) dá para aceitar estas decisões.
Este ano, o Benfica dificilmente será campeão. Espero enganar-me.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...