domingo, 29 de abril de 2012

Descaramento sem limites....

Antigamente o roubo era às escuras. Era pelo telefone, era em jantares. Agora tem sido às claras.
Ontem, na madeira, mais 2 sopros valeram 3 pontos. O 2º sopro chega a ser motivo de riso. Ainda estava 0-1 e Hulk derruba um insular, mas ninguém viu nada. Vale tudo....

Hoje, em Vila do Conde, estava o resultado em 2-2, e já depois dos 80 minutos e há 2 penalties a favor do Benfica. Um sobre Cardozo e outro absolutamente claro sobre Saviola. Olegário nada viu.

Se fosse tão fácil marcar penalties a favor do Benfica, como tem sido fácil marcar a favor de quem nos sabemos, aonde iria este Benfica?????

Num campeonato, que foi uma montagem, no meio de tantos jogos que em vez de serem desafios, foram antes esperas (Dragão, Braga, Olhão e Alvalade), a verdade é que a melhor equipa, a que jogou melhor, a que tem melhores jogadores, a que tem melhor treinador, vai ficar em 2º lugar. Isto não acontece em lado nenhum, mas em Portugal acontece com frequência.

Parabéns à estrutura que melhor trabalha. Trabalha na FPF, na Liga, nos bares de alterne, na marisqueira de Matosinhos etc.....etc......

Quando vejo o grande jogo que fizeram Atzu e kelvin, e quando me lembro das constipações que sofreram em certos jogos....faz-me acreditar que eles são mesmo profissionais.

De penalty...em penalty....o campeonato está no papo!

«O FC Porto entrou forte nos primeiros minutos mas conseguimos responder e equilibrámos o jogo. Mas há situações que não conseguimos controlar - fomos prejudicados e houve dualidade de critérios. Marcaram tudo contra nós, enquanto na outra área isso não acontecia e ainda recebíamos cartão amarelo»
Briguel, jogador do Marítimo

"Não costumo falar sobre as arbitragens, mas tenho que me insurgir contra este tipo de actuações. Houve uma dualidade de critérios gritante. Há erros normais e que eu compreendo, mas a dualidade foi constante e penalizadora para a nossa equipa...Quando os jogos são equilibrados, este tipo de artimanhas tornam o adversário mais forte»
Pedro Martins, treinador do Marítimo

"Primeiro lance é falta nítida que não marcou. Foi o que se viu durante quase todo o jogo. O que me sinto mais indignado é pela forma como ele conduziu o jogo. É isso que me faz fazer crítica. O que fez a diferença foram os dois penáltis. Marca falta sobre o Fidélis e depois marca penálti dele... Isso é que não compreendo"
Pedro Martins, treinador do Marítimo

«É duro perder assim. Sabemos que quando se joga em futebol mais directo é mais difícil de defender, pois há muita confusão e... é o campeonato português. Passou-se por mais um momento de magia.
Estou um pouco nervoso pois sofri dois golos de grande penalidade e ano passado já sofri um penalty na Naval aos 85 minutos de novo pelo Hulk, que também foi magia e ficou 1-0.»

Salin, guarda-redes Marítimo

Enquanto houver fruta, ninguém os segura

sábado, 21 de abril de 2012

Criminosos...


Aquilo que estão a tentar fazer ao Benfica...é um crime! E são alguns benfiquistas que o estão a fazer.
Pedir a cabeça do treinador que nos trouxe até aqui, é absolutamente incompreensível.
Esquecem-se que antes de JJ eramos uma comédia, ficamos sempre em 3º e às vezes em 4º, tínhamos um futebol medíocre (mesmo no ano de Trapattoni) e a nível Europeu uma nulidade?

Nos 3 anos de Jesus, a qualidade do futebol, nem se compara, 1 título e dois segundos lugares, 3 apuramentos para a Champions, 3 anos de provas europeias a condizer com o nível e história do Benfica (1/4 Liga Europa, 1/2 Liga Europa, 1/4 Champions).

Jesus potenciou inúmeros jogadores, as vendas milionárias começaram a aparecer, o estádio da luz esteve quase sempre cheio, grandes espectáculos. Claramente o Benfica deu um passo em frente, um salto qualitativo que já não se via desde os anos 80.

Mandar o treinador embora é regressar aos tempos de Quique, das brilhantes conferências de imprensa e dos jogos medíocres. Quem quer isso ou é inconsciente ou criminoso.....

terça-feira, 10 de abril de 2012

Desilusão....ou corrupção?


O Benfica voltou a não jogar bem. Está cansado. Não tem sorte. Tem várias lesões sobretudo no centro da defesa mas ..... logo no 1º minuto


« O Sporting teve mérito na vitória, mas há uma coisa que quero dizer há algum tempo: infelizmente, este campeonato fica manchado por erros graves de arbitragem. Para marcarem um penalty a nosso favor é preciso mandarem os nossos jogadores para o hospital; ao contrário basta um sopro» Artur Moraes.
Não quero arranjar desculpas, mas as coisas são claras. Desde Guimarães há penalties por marcar, em Coimbra, na Mata Real, em Alvalade. Há foras de jogo inacreditáveis (em Coimbra com 2 jogadores isolados para Peiser), há expulsões (Aimar foi expulso tantas vezes como Bruno Alves em Portugal), há um golo escandaloso em fora de jogo que coloca o FC Porto na liderança. E agora que estamos afastados do título, as manobras vão tentar colocar o Braga em 2º lugar.

Não estamos num bom momento, mas há coisas que não mudam. Aimar castigado por dois jogos sem razão nenhuma (para falhar Braga e Alvalade). Há equipas que dão a vida nos jogos contra o Benfica (Braga, Olhanense, Coimbra, Sporting) e contra os nossos principais adversários parecem submissos, comprometidos, cooperantes (basta ver os jogos entre Braga e FC Porto, as visitas do FC Porto a Olhão).
Perdemos muitas coisas por culpa própria, mas há empurrões de todos os lados contra o Benfica. Os príncipais clubes odeiam o Benfica, sentem-se campeões apenas por nos ganhar. Aceito perfeitamente a derrota de hoje em Alvalade, mas gostaria de ver o Sporting a jogar assim em todo o lado. Gostaria de ver o Braga aguerrido que vi na luz, a jogar assim no Dragão. Isto pode parecer um problema menor, mas é o maior ataque que se pode fazer à verdade desportiva. O Benfica, em Portugal, joga completamente isolado.
O Benfica, este ano, até Guimarães, foi a melhor equipa dentro de portas, nas competições Europeias foi de longe a melhor equipa. Afastamos o crónico campeão Inglês, eliminamos claramente a equipa que eliminou o próximo campeão nacional Português. Como se explica que mais uma vez fiquemos a ver o FC Porto a ganhar o campeonato: Uma equipa que anda às turras, sem treinador, sem avançados, sem laterais direitos de raíz, com centrais a cometer erros vergonhosos. Mas sem expulsões, sem penalties contra, sem nada a atrapalhar!


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...